Sexta-feira, 1 de Agosto de 2008

Noite

E de repente de um final de Noite que se foi arrastando, sorrindo, e que durou uma vida nasceu um novo Dia. Do muito que lá ficou, nada vai ser acrescentado. As saudades, sempre tuas minha querida, vão-se perder na miserável consciência da razão. A razão banal criada para, no entender de muitos, viver. De tempos a tempos irei voltando, onde sempre permaneci. Na nossa Noite. Minha… A Noite com a lua no seu lado mais brilhante, as estrelas contadas uma a uma, o frio. O sorriso de paz.  A Noite amei-a por ti. Agora, todos os dias a mesma ansiedade, o mesmo desconforto. Todos os dias do novo Dia a mesma ausência, a mesma presença. A ela me entrego. A ti, á Noite. Á lembrança que já esqueceste. Eu, apenas eu, sinto a permanência de ti.

Uma noite acabou.  Um dia novo vai começar… e onde estás tu?

 
tags: ,

publicado por emtivivo às 19:51
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ...

. (...)

. (...)

. Tratamento para esquecer ...

. Im just a boy...

. A carta

. Respiro o teu corpo

. Sete anos....

. (...)

. Tudo vai bem

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2012

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Junho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds